6 gatilhos emocionais que te fazem gastar mais

Sabia que há certas situações emocionais (ou "gatilhos") que fazem você gastar mais, sem perceber? Aprenda quais são esses gatilhos e não caia mais nessas armadilhas!

Digamos que, um dia desses, você está tranquilamente olhando seu Facebook, Instagram, Twitter, ou qualquer outra rede social. Entre um update e outro de amigos e parentes, aparece uma propaganda. É de uma loja que você gosta (sim, o Facebook sabe quase tudo sobre você, e foi você quem ensinou), com uma promoção que parece imperdível.

70% de desconto

só hoje

últimas peças

Você nem leu o resto direito, e já clicou pra saber mais. Está tarde, você está cansado, seu dia não foi legal, e fazer uma comprinha ou outra vai cair bem. Se essa propaganda tiver pego você na hora certa, a compra é também quase certa.

Parece familiar? Pois deveria. Quando juntamos gatilhos mentais (estratégias de marketing) com possíveis gatilhos emocionais, as lojas adoram; mas sua conta bancária, nem tanto. Mas hoje isso vai mudar, porque você vai aprender quais são os gatilhos emocionais mais comuns que te fazem gastar mais dinheiro, mesmo quando você não pode. Dessa maneira, mesmo que chovam propagandas e descontos, você saberá identificar o que está te levando a fazer aquela compra, e poderá parar antes que seja tarde.

Gatilho Emocional #1  – Tédio

Você sabe como é: está jogado no sofá, um domingo à tarde, de repente passa a oferta de um grill elétrico pela sua timeline. Você acha que pode precisar de um grill. Faz tempo que você quer começar a comer melhor, e um grill pode ajudar sujar menos seu fogão na hora de fazer aquele franguinho grelhado. Você está com preguiça demais pra pensar em qual o seu orçamento pra esse tipo de compra nesse mês – mas está disposto o suficiente pra levantar, pegar a carteira e informar o número do seu cartão de crédito.

Ou então, você está entediada em um sábado à tarde. Qual o melhor programa? Sair pra uma caminhada? Assistir um filme no Netflix? Não. Pra que fazer algo que seja grátis (ou pelo qual você já tenha pago), se você pode ir dar uma volta no shopping? Você jura pra si mesma que não vai comprar nada, mas você também sabe (todo mundo sabe) que shoppings foram feitos pra você gastar. Resultado? Você gasta.

Solução: pense antecipadamente em coisas que você pode fazer no seu tempo livre, ou quando estiver entediado. Tenha planos pra esses momentos. O objetivo é que, quando você pensar em sair pra fazer qualquer tipo de compra, você tenha outra coisa em mente.

Read more

curtiu? compartilha!

Como desamarelar panos de prato em minutos

Como desamarelar panos de prato em minutos

Sabe aqueles truques de limpeza que a gente vê por aí no Facebook e no Pinterest, que parecem bons demais pra ser verdade? Pois é, hoje vamos falar de um truque que eu demorei a tentar porque honestamente, parecia bom demais pra ser verdade – além disso, não confiava muito no método. Depois de ler alguns comentários de pessoas que testaram e funcionou, resolvi dar o braço a torcer, e tentar. Por que não? O máximo que ia acontecer era o microondas explodir, ou derreter tudo em cima de mim quando eu abrisse o microondas, coisa pouca.

Mas nada disso aconteceu, e o truque SUPER funcionou. Cola na gente que hoje você vai aprender um dos truques de limpeza mais eficientes e diferentes que eu já vi: como desamarelar panos de prato no microondas. Read more

curtiu? compartilha!

Praticando a bondade no ambiente de trabalho

Que tal tornar seu ambiente de trabalho menos pesado, mais animado e mais produtivo? Compartilhe essas dicas e espalhe a bondade onde você trabalha!

Você é bom no seu trabalho?

Não estou perguntando se você é competente, estou perguntando se você é bom – no sentido de bondoso, gentil.

“Mas isso não importa”, alguns irão dizer. “O que importa mesmo é se eu faço meu trabalho direito. Não importa se eu sou legal ou não.” Será? Será que a pessoa que diz isso acredita mesmo que isso é verdade? Porque eu não consigo acreditar.

Já trabalhei em lugares pequenos e grandes, com muita gente e com pouca gente, com chefes excelentes e outros que ainda estavam aprendendo como chegar lá. E como todo mundo, tinha dias piores e dias melhores. Mas não tenho a menor dúvida que ter colegas de trabalho com pensamento e atitude positivas mudam completamente o ambiente, pra muito melhor. Você pode ter uma dúzia de ranzinzas trabalhando com você – se tem um colega que é capaz de fazer todo mundo dar risada, a coisa muda de figura. O ambiente fica mais leve, e você trabalha mais animado. Eu já tive até colega que, do nada, jogava coisas por cima da divisória que separava nossas mesas: clipes, aviõezinhos e bolinhas de papel. Risada garantida.

Infelizmente muitas vezes somos pegos pela rotina, traídos pelo mau humor, e nos tornamos ranzinzas em vez de sermos positivos. Mas é muito fácil mudar isso, e influenciar positivamente seus colegas e seu ambiente de trabalho. Ser gentil não custa absolutamente nada, e pode fazer a diferença no dia de alguém, inclusive no seu – e aposto que você vai até chegar em casa mais animado.

Deixamos aqui 6 ideias super simples e fáceis de serem aplicadas – então chega mais que hoje é dia de bondade 🙂

 

1. Cuidado com as palavras

Ambientes de trabalho, como qualquer outro ambiente onde as pessoas se encontrem e passem tempo juntas, tendem a ser ambientes de socialização. Você acaba conhecendo melhor algumas pessoas do que outras, se identifica com algumas mais do que as outras, e tudo isso é normal – até chegar aquela pessoa que diz…

“Você ficou sabendo que fulano fez/falou algo assim e assim?”

E pronto. Você foi incluído, mesmo sem querer, no círculo das fofocas – que é um dos principais problemas de comunicação nos ambientes de trabalho. E a fofoca nem precisa ser pessoal, basta um comentário maldoso sobre o trabalho de alguém, ou o comportamento de uma pessoa em uma reunião, e daqui a pouco se forma um grupinho pra comentar.

Mas como hoje é seu dia de bondade, você vai cuidadosamente se afastar desse tipo de coisa. Qualquer tipo de comentário ou fala que diminua outra pessoa vai passar longe de você. Você só quer ouvir – e principalmente, falar – coisas boas. Fofoca só existe porque tem quem a escute.

Seja a pessoa que não tem ouvidos pra coisas ruins.

Read more

curtiu? compartilha!

aplicativo: Medisafe – Lembrete de Medicamentos

FB_medisafe

Não sei vocês, mas eu não conheço nem uma única pessoa adulta que não tome nenhum remédio no seu dia-a-dia. Fico em dúvida se isso é bom ou ruim, pra ser sincera: atualmente temos mais medicamentos disponíveis pra tratar as mais variadas doenças, mas também ficamos muito doentes. Em todo caso, quando nos propomos a nos cuidar e fazer qualquer tratamento medicamentoso, precisamos seguir as instruções corretas pra cada medicamento. E é isso que o aplicativo de hoje, o Medisafe, se propõe a fazer: nem você, nem ninguém mais da sua família (estando perto ou longe) vai se esquecer de tomar os remédios certos na hora certa.

De todos os aplicativos que já falamos aqui na casa (você pode ver todos na Categoria: Tecnologia), com certeza o Medisafe é o que eu uso há mais tempo, e já recomendei pra muita gente. Mal consigo acreditar que ele seja um aplicativo grátis, porque as funcionalidades são muitas; mas ao mesmo tempo é bem intuitivo e fácil de usar. Logo de cara ele vai te falar pra adicionar um medicamento (afinal, é pra isso que ele serve):

Medisafe - o aplicativo que gerencia seus remédios

Read more

curtiu? compartilha!

Socorro! Moro com um(a) bagunceiro(a)!

Aprenda algumas dicas pra lidar com os bagunceiros e diminuir o stress na sua casa!

Esse é o segundo post da série “Socorro!”. Tá, tudo bem, dois posts não são uma série, mas o objetivo desse post e também do Socorro! Moro com um(a) gastador(a)! é apontar que existem diferenças entre pessoas que moram juntas, e que essas diferenças precisam ser reconhecidas e trabalhadas se vocês quiserem morar em uma casa harmoniosa.

Eu não sou de gastar dinheiro à toa, mas apostaria uma boa grana que você, que não mora sozinho, já discutiu com as pessoas que moram com você por causa de organização – ou a falta de organização. Acertei? Você não está sozinho. Todos nós temos personalidades diferentes, e isso influencia em todas as áreas da vida, inclusive na maneira como organizamos nossas coisas. Nesse mundo existem o bagunceiro invicto e o mega organizado; e às vezes, esses dois tipos vão parar embaixo do mesmo teto. É uma bomba-relógio, até porque a organização e a bagunça fazem parte do dia a dia de todas as casas.

Mas essa bomba não precisa explodir. Colocando em prática algumas dicas simples, você pode diminuir a tensão na sua casa e criar um ambiente menos estressante – e por que não, mais organizado.

** ATENÇÃO ** Apesar de mencionar o programa Acumuladores, nesse post estamos falando de bagunça e desorganização em níveis normais. Se o problema é acumulação compulsiva / patológica, por favor procure ajuda médica e psicológica.

Cada um é cada um

Mas de novo isso? Sim, de novo e sempre. Você não mora sozinho. Existem outras pessoas na sua casa, que têm hábitos diferentes dos seus, por muitos motivos que você dificilmente vai conseguir controlar. Aceite (eu sei que dói) que você nem sempre vai ter razão, seja você o organizado ou o bagunceiro. As pessoas passaram suas vidas inteiras arrumando suas coisas de um jeito, e uma mudança no estilo de organização não acontece do dia para a noite.

Por isso, em primeiro lugar, reconheça a “personalidade organizadora” de cada um na sua casa, pois você poderá ter que lidar com as pessoas de forma diferente. Tente enxergar além da bagunça – veja o que ela tem de bom, e o que pode oferecer pra que o convívio seja melhor. Comece esse esforço com uma lente positiva, e todo o resto vai ficar mais fácil.

Read more

curtiu? compartilha!

Limpador de Granito – Faça Você Mesmo

Que tal fazer você mesmo o seu próprio limpador de granito gastando super pouco, e ainda deixar sua bancada brilhando? Vem ver como!

Antes de “inaugurar” o blog, eu já seguia muitos outros blogs no mesmo nicho que o meu, e naturalmente encontrei alguns ídolos pelo caminho. Um deles, ou melhor uma delas, é a Becky, mais conhecida como Clean Mama. Não tem absolutamente nada no site dela que eu não goste, desde o design, passando pelas cores, o conteúdo e os produtos que não posso comprar porque não entregam no Brasil 🙁

Há um tempo atrás ela lançou um livro chamado “The Organically Clean Home”, ou “A Casa Organicamente Limpa”, em uma tradução livre, com várias receitas pra fazer vários tipos de produtos de limpeza em casa, com ingredientes naturais. Algumas dessas receitas ela compartilha bondosamente no blog, e hoje vou falar de uma misturinha que já testei e aprovei 100%: limpador de granito. O link original desse post no Clean Mama você encontra aqui.

Vamos aos ingredientes:

Limpador de granito para pias e bancadas - faça você mesmo

  • 500 ml de água
  • 3 colheres de sopa de álcool isopropílico
  • 1/4 colher de chá de detergente – qualquer um, eu usei esse da Bombril porque o cheiro é ótimo

Read more

curtiu? compartilha!

Aplicativo: Kill Bills

Chega de esquecer a data de vencimento das suas contas: conheça o Kill Bills, aplicativo que vai te ajudar a gerenciar os valores e o pagamento das suas contas de forma simples, rápida e intuitiva!

Sim, gente: o aplicativo do post de hoje tem esse nome engraçadinho mesmo – Kill Bills. Mas a escolha do nome foi bem acertada porque ele é um aplicativo pra controlar o pagamento das suas contas, ou matar suas contas, ou enfim… ah, vocês entenderam.

Existem muitos aplicativos de controle financeiro, pra controlar seu fluxo de caixa, ou seja: grana entrando e saindo das suas contas e cartões. Mas infelizmente não existe uma variedade muito grande de aplicativos pra controlar suas contas, te avisar dos vencimentos, etc – tem menos ainda aplicativos disponíveis em português e que sejam gratuitos. Mas encontrei esse que, além do nome engraçadinho, faz tudo que se propõe a fazer.

Então, se você quiser ir além do controle mensal de contas que já publicamos aqui, e quer ter controle total das suas contas na palma da sua mão, não procure mais: esse aplicativo é pra você. E é muito fácil de usar, olha só:

Essa é a tela inicial do aplicativo, ou “dashboard” – todas as suas contas vão aparecer aqui. Na parte inferior você tem acesso às quatro opções de visualização: o dashboard inicial, vencidos, a pagar e pagos. Pra começar, pegue todas as suas contas (pra não esquecer de nenhuma!), e clique no “+”, no canto superior direito.

Aplicativo Kill Bills para gerenciamento de contas
“Você não tem contas a pagar”, hahaha piada boa hein?

Read more

curtiu? compartilha!

6 coisas que você não deve guardar no banheiro

Saiba que há alguns itens que não devem ser guardados lá de jeito nenhum!

Atualmente nossas casas e apartamentos estão cada vez menores (pelo menos pra nós, mortais, que não podemos comprar mansões). Por esse mesmo motivo, tentamos aproveitar cada espacinho livre pra colocar um armário ou algum objeto organizador, pra guardar as coisas que temos. E é claro que você queria ter – ou tem – um armário planejado no seu banheiro, prateleiras, ou coisas do tipo, pra aproveitar melhor o espaço que já é pequeno.

Mas você pode estar aproveitado esse espaço da maneira errada, pois existem alguns itens que não devem ser guardados no banheiro de jeito nenhum, a não ser que você esteja a fim de estragá-los… e acho que você não está. Veja quais erros de armazenamento você está cometendo e tire essas coisas do banheiro já!

(nesse post tem alguns links para produtos, mas nenhum é afiliado – são todos recomendações pessoais e não vou ganhar absolutamente nada se você resolver comprar algum deles #obrigadadenada)

Remédios

Pode ir buscar um remédio qualquer que você tenha aí na sua casa e ler as recomendações de armazenagem: a não ser que seja alguma medicação especial que precise ser refrigerada, é muito provável que a recomendação seja armazenar em temperatura ambiente, em um lugar seco.

Seu banheiro não tem nenhuma das duas coisas: é o lugar mais úmido da casa, e onde há maior variação de temperatura, pois o cômodo todo esquenta quando você toma um banho quente, e esfria quando está vazio. Então acomode seus remédios em uma caixinha ou cesto organizador (eu tenho essa da Plasútil e acho um charme), bem longe do seu banheiro.

Read more

curtiu? compartilha!

Apanhado – Organização para Crianças

Aproveite o período das férias escolares pra reunir a criançada e aproveitar essas dicas de organização de ambientes e itens infantis!

As férias escolares chegaram, e conheço muitas mães que ficam na dúvida se isso é uma coisa boa ou não 🙂

Independente do nível de atividade dos seus filhotes, esse período de férias pode ser ótimo pra dar aquela geral no quarto da criançada – claro, contando com a energia deles pra ajudar! Ideia é o que não falta, dá só uma olhada:

30 ideias para organizar as coisas das crianças

Ideias de organização para crianças

O pessoal do Macetes de Mãe fez um mega post com nada menos que 30 ideias pra organizar muita coisa da criançada, desde fraldas até material escolar e brinquedos. Tenho certeza que pelo menos uma ideia vai te inspirar e te ajudar!

Read more

curtiu? compartilha!

Como congelar seus gastos (e sobreviver)

Saiba como congelar seus gastos de forma eficiente, e sem sofrer muito - é mais fácil do que parece!

Não importa o quanto você seja pão duro quão cuidadoso você seja com sua grana. Você pode estar em qualquer posição no espectro de gastadores: você já pode ter aprendido como fazer seu orçamento, acompanha seus gastos; ou você nunca conseguiu fazer nada disso, e mal sabe o quanto entra e o quanto sai de dinheiro nas suas contas e cartões.

Você vai escorregar um dia. 

Vai gastar mais do que devia, e vai abrir um rombo no seu orçamento. Ou você gastou com algo parece inofensivo no dia-a-dia (um café da manhã fora de casa, por exemplo), e esse gasto virou hábito, e está comendo seu orçamento. O fato é que um dia, você vai se ver precisando – e MUITO – de parar de gastar dinheiro. E quer saber? Congelar seus gastos é uma ótima maneira de se dar conta dos rumos que seu dinheiro está tomando.

Se você acha que está pronto pra congelar suas despesas por um período, saiba que 1) você não está sozinho, e 2) temos dicas ótimas pra te ajudar a sobreviver a essa tragédia (e nem vai ser tão difícil assim).

Read more

curtiu? compartilha!