O que você deve fazer quando receber seu salário

Cansado de ver seu mês acabar antes do salário? Se ligue em 3 coisas simples que você deve fazer no dia que receber seu salário, e faça sua grana durar mais!

Dia 15 chegou, e pra muita gente é dia de receber seu salário – seu suado, merecido,  e sempre muito esperado salário (aliás, como hoje é sábado, você já deveria ter recebido ontem). E o dia do pagamento se torna ainda mais importante pra você, meu querido ou minha querida, que está vivendo de pagamento em pagamento, e muitas vezes o dinheiro acaba antes do mês.

E a primeira coisa que passa pela sua cabeça ao receber seu salário? GASTAAAAAAAR!

Você quer sair pra comemorar (ou bebemorar), afinal de contas, você trabalhou muito. Dormiu mal (ou nem dormiu), acordou cedo, teve que deixar seus filhos na escola quando queria mesmo era ficar com eles, se estressou no trabalho, trabalhou até mais tarde, ou trabalhou em mais de um emprego, chegou em casa cansado, e no outro dia teve que fazer tudo de novo. Definitivamente, não sou eu que vou te dizer que você não deve comemorar. Mas calma, fera. Se você pegar seu salário e for pro bar, aposto que vai querer pagar rodada pra todo mundo, e não vai prestar (até rimou).

Antes de comemorar, existem algumas coisas básicas e super simples que você P-R-E-C-I-S-A fazer assim que receber seu salário. Não é um dia depois, nem uma semana, é no dia. Ao tomar essas ações, você planeja melhor o seu mês (ou a sua quinzena, dependendo de como você recebe o pagamento), e tem uma probabilidade maior de sobrar salário no final do mês, e não o contrário. Que tal?

Read more

6 gatilhos emocionais que te fazem gastar mais

Sabia que há certas situações emocionais (ou "gatilhos") que fazem você gastar mais, sem perceber? Aprenda quais são esses gatilhos e não caia mais nessas armadilhas!

Digamos que, um dia desses, você está tranquilamente olhando seu Facebook, Instagram, Twitter, ou qualquer outra rede social. Entre um update e outro de amigos e parentes, aparece uma propaganda. É de uma loja que você gosta (sim, o Facebook sabe quase tudo sobre você, e foi você quem ensinou), com uma promoção que parece imperdível.

70% de desconto

só hoje

últimas peças

Você nem leu o resto direito, e já clicou pra saber mais. Está tarde, você está cansado, seu dia não foi legal, e fazer uma comprinha ou outra vai cair bem. Se essa propaganda tiver pego você na hora certa, a compra é também quase certa.

Parece familiar? Pois deveria. Quando juntamos gatilhos mentais (estratégias de marketing) com possíveis gatilhos emocionais, as lojas adoram; mas sua conta bancária, nem tanto. Mas hoje isso vai mudar, porque você vai aprender quais são os gatilhos emocionais mais comuns que te fazem gastar mais dinheiro, mesmo quando você não pode. Dessa maneira, mesmo que chovam propagandas e descontos, você saberá identificar o que está te levando a fazer aquela compra, e poderá parar antes que seja tarde.

Gatilho Emocional #1  – Tédio

Você sabe como é: está jogado no sofá, um domingo à tarde, de repente passa a oferta de um grill elétrico pela sua timeline. Você acha que pode precisar de um grill. Faz tempo que você quer começar a comer melhor, e um grill pode ajudar sujar menos seu fogão na hora de fazer aquele franguinho grelhado. Você está com preguiça demais pra pensar em qual o seu orçamento pra esse tipo de compra nesse mês – mas está disposto o suficiente pra levantar, pegar a carteira e informar o número do seu cartão de crédito.

Ou então, você está entediada em um sábado à tarde. Qual o melhor programa? Sair pra uma caminhada? Assistir um filme no Netflix? Não. Pra que fazer algo que seja grátis (ou pelo qual você já tenha pago), se você pode ir dar uma volta no shopping? Você jura pra si mesma que não vai comprar nada, mas você também sabe (todo mundo sabe) que shoppings foram feitos pra você gastar. Resultado? Você gasta.

Solução: pense antecipadamente em coisas que você pode fazer no seu tempo livre, ou quando estiver entediado. Tenha planos pra esses momentos. O objetivo é que, quando você pensar em sair pra fazer qualquer tipo de compra, você tenha outra coisa em mente.

Read more

Aplicativo: Kill Bills

Chega de esquecer a data de vencimento das suas contas: conheça o Kill Bills, aplicativo que vai te ajudar a gerenciar os valores e o pagamento das suas contas de forma simples, rápida e intuitiva!

Sim, gente: o aplicativo do post de hoje tem esse nome engraçadinho mesmo – Kill Bills. Mas a escolha do nome foi bem acertada porque ele é um aplicativo pra controlar o pagamento das suas contas, ou matar suas contas, ou enfim… ah, vocês entenderam.

Existem muitos aplicativos de controle financeiro, pra controlar seu fluxo de caixa, ou seja: grana entrando e saindo das suas contas e cartões. Mas infelizmente não existe uma variedade muito grande de aplicativos pra controlar suas contas, te avisar dos vencimentos, etc – tem menos ainda aplicativos disponíveis em português e que sejam gratuitos. Mas encontrei esse que, além do nome engraçadinho, faz tudo que se propõe a fazer.

Então, se você quiser ir além do controle mensal de contas que já publicamos aqui, e quer ter controle total das suas contas na palma da sua mão, não procure mais: esse aplicativo é pra você. E é muito fácil de usar, olha só:

Essa é a tela inicial do aplicativo, ou “dashboard” – todas as suas contas vão aparecer aqui. Na parte inferior você tem acesso às quatro opções de visualização: o dashboard inicial, vencidos, a pagar e pagos. Pra começar, pegue todas as suas contas (pra não esquecer de nenhuma!), e clique no “+”, no canto superior direito.

Aplicativo Kill Bills para gerenciamento de contas
“Você não tem contas a pagar”, hahaha piada boa hein?

Read more

Como congelar seus gastos (e sobreviver)

Saiba como congelar seus gastos de forma eficiente, e sem sofrer muito - é mais fácil do que parece!

Não importa o quanto você seja pão duro quão cuidadoso você seja com sua grana. Você pode estar em qualquer posição no espectro de gastadores: você já pode ter aprendido como fazer seu orçamento, acompanha seus gastos; ou você nunca conseguiu fazer nada disso, e mal sabe o quanto entra e o quanto sai de dinheiro nas suas contas e cartões.

Você vai escorregar um dia. 

Vai gastar mais do que devia, e vai abrir um rombo no seu orçamento. Ou você gastou com algo parece inofensivo no dia-a-dia (um café da manhã fora de casa, por exemplo), e esse gasto virou hábito, e está comendo seu orçamento. O fato é que um dia, você vai se ver precisando – e MUITO – de parar de gastar dinheiro. E quer saber? Congelar seus gastos é uma ótima maneira de se dar conta dos rumos que seu dinheiro está tomando.

Se você acha que está pronto pra congelar suas despesas por um período, saiba que 1) você não está sozinho, e 2) temos dicas ótimas pra te ajudar a sobreviver a essa tragédia (e nem vai ser tão difícil assim).

Read more

6 erros de organização para não cometer mais

6 erros comuns de organização para não cometer mais!

Eu sei que você quer ser uma pessoa organizada.

Acredite, eu sei.

Eu sou uma pessoa organizada por natureza e não convivo bem com bagunça, mas entendo que há diferentes tipos de pessoa quando o assunto é organização. Há os que são opostos a mim, e não conseguem se imaginar em um ambiente totalmente organizado. E ainda há os que gostariam muito de serem mais organizados, mas por algum motivo eles simplesmente não conseguem. Se você está nessa última categoria, esse post é o seu número. Se você não está, leia mesmo assim porque tenho certeza que você vai aprender alguma coisa 🙂

Quando nos aventuramos a organizar nossa casa, sempre temos a melhor das intenções; mas frequentemente cometemos erros bobos (e por isso mesmo, comuns), que nos impedem de chegar ao objetivo que queremos. Hoje vamos falar de 6 desses erros, pra você parar de cometê-los já!

 

1. Comprar organizadores sem organizar antes

A sorte da minha vida é não ter nenhuma loja da Container Store no Brasil, senão eu já tinha declarado falência há muito tempo. E eu sei que você já quis comprar produtos organizadores aos montes, só faltou dinheiro, ou coragem, ou os dois. Mas a regra vale pra todos: nunca compre nenhum produto organizador sem ter analisado e organizado o ambiente onde você vai usá-lo. Organizadores profissionais fazem isso, e você também deve fazer.

Primeiro, olhe para o espaço que você tem, e o que deverá ser guardado ali depois da organização acontecer. Do que você precisa? Cabides – pra que tipo de roupa? Potes – de que tamanho e para que finalidade? Ganchos – para suportar qual peso e para serem fixados em qual superfície? Aramados – para organizar o que e suportar qual peso?

Uma vez eu me empolguei e comprei um suporte de banheiro que usa um sistema de ventosas, lindo. Fui colocar no banheiro e só então percebi a burrada: como eu ia grudar ventosas em uma parede de mosaico? Falta de análise que resultou em perda de tempo e dinheiro.

Read more

Centros de Comando – O Coração da Casa

Você sabe o que são centros de comando? Conheça esse conceito de organização doméstica e inspire-se para transformar o dia-a-dia da sua casa!

Confesso que antes de seguir blogs americanos de organização no Pinterest, eu achava que centro de comando era tipo cabine de avião. Mas depois percebi que era um conceito bem legal de organização doméstica e desde então eu me pergunto por que será que ainda não “pegou” aqui no Brasil. A ideia é realmente muito boa, e se você ainda não conhece, aposto que você vai gostar!

Um centro de comando é um lugar específico que concentra todas as informações importantes da casa, pra que todo mundo saiba o que está acontecendo (ou vai acontecer). O que exatamente vai em um centro de comando depende muito de como sua casa funciona, mas a princípio um bom centro de comando deve ter o seguinte:

Propósito

Que tipo de informação seria útil compartilhar com as pessoas que moram com você? Um calendário de eventos? Informações sobre seus filhos? Colocar em um lugar só todos os papéis, contas, etc, para que sejam tratados? Pense em tudo que o centro de comando deveria ter para ser o mais útil possível, pois apenas depois disso é que você consegue determinar o que precisa ser comprado ou feito.

Espaço

Dependendo do que você definiu no primeiro item, você vai escolher um lugar e um espaço que sejam mais adequados pra exibir as informações da sua casa, para a sua casa. O ideal é que seja um lugar de alta circulação, como a entrada ou a cozinha – qualquer espacinho serve, desde que seja visível e acessível a todos.

O pessoal do How to Nest for Less, tem um que fica em uma parte da parede da cozinha:

Centro de Comando - How to Nest for Less

Read more